Como Trabalhar em Portugal

Um guia com tudo o que eu sei…

Photo by Nik Guiney on Unsplash

Mas mesmo assim, este artigo pode ajudar futuros imigrantes de outras áreas.

Muitas pessoas tem solicitado informações sobre como trabalhar em Portugal no meu perfil do Linkedin. Achei mais proveitoso compilar as informações básicas neste artigo e responder às dúvidas no perfil. Estou feliz por poder estar em Portugal trabalhando e quero ajudar outras pessoas a realizarem este sonho.

Portanto, leia o artigo e, se precisar, chama no Linkedin deixando uma mensagem que eu respondo assim que possível. Meu perfil é https://www.linkedin.com/in/andreuhlrich/

Me chama lá e se quiser, eu encaminho teu CV para a empresa que eu trabalho.

UPDATE: estamos com bastante vagas para Java e .Net

Dica: conectar-se ao meu perfil do Linkedin também pode te ajudar a ser encontrado pelos recrutadores.

Vamos lá…

Venha com emprego

A melhor maneira de vir a Portugal é com emprego. Vou explicar como adiante. O processo pode ser um pouco demorado, mas é o que mais vale a pena. Algumas pessoas entram como turista em Portugal e depois se empregam e pedem para ficar. Esta não é maneira que eu não recomendo e, na área de TI, é completamente desnecessário.

Quando você já vem com emprego, no seu passaporte tem um visto de trabalho que facilita a sua entrada em Portugal e facilita também o restante do processo.

A área de TI tem tanta demanda que o governo criou um visto especial, chamado Tech Visa, para facilitar a imigração de profissionais de TI.

Boa parte do processo será conduzido pela empresa que está te contratando.

Como escolher a empresa para trabalhar em Portugal

Em Portugal, assim como em qualquer lugar do mundo existem empresas boas e más. Além de pedir recomendação de amigos, sugiro olhar no site https://pt.teamlyzer.com/.

É como um Glassdoor, mas voltado para a TI em Portugal. O site tem avaliações anônimas, salários e dicas de entrevistas.

Quando o pessoal não gosta da experiência na empresa, eles soltam o verbo. Algumas avaliações chegam a ser engraçadas.

Também tem feito um trabalho de acompanhamento do mercado diante da pandemia, como demissões, home-office, reduções de salário, etc.

Acompanhar a situação na pandemia é muito importante. Pessoalmente presenciei imigrantes sendo demitidos após uma semana de Portugal, por conta da crise. Deixaram tudo e foram demitidos. Felizmente logo se recolocaram.

Consultoria ou cliente final

Geralmente são duas formas de ser contratado. Há vantagens e desvantagens nas duas.

Numa consultoria você sera terceirizado (ou quarterizado, etc) para um cliente final. Seu salário será menor, pois a consultoria lucra com seu trabalho. Porém é mais fácil de ser contratado. E se o cliente finalizar o projeto você poderá facilmente ser alocado em outro cliente.

No cliente final, você trabalhará para a empresa que te contratar. Caso finalize o projeto pode ser que você tenha o contrato também finalizado. O salário é maior, pois não há intermediários.

Uma estratégia boa pode ser entrar em Portugal via consultoria e com o tempo, procurar uma vaga em cliente final.

Processo de contratação

Vou contar como é o processo em uma consultoria, pois o processo para um cliente final está embutido neste.

Geralmente as empresas de consultoria de Portugal vão te achar através do Linkedin (você precisa ter um, e bom) ou por recomendação (me manda teu CV que eu recomendo).

São feitas algumas entrevistas, geralmente não muito complicadas (depende da consultoria). É avaliado também tua fluência em Inglês. Parte da entrevista pode ser em inglês. Falarei sobre isso mais tarde.

Se você tiver o perfil desejado, eles farão uma proposta financeira. Essa proposta tem uma pegadinha que vou falar adiante.

Se você aceitar, iniciará uma troca de documentos entre você e a empresa. A maior parte pode ser eletrônica.

A empresa vai te enviar alguns documentos necessários para solicitação do visto, que você deverá solicitar no Consulado de Portugal no Brasil.

De posse do visto, você poderá viajar para Portugal e exercer sua profissão.

Quando você chegar em uma consultoria, ela vai te encaminhar para um de seus clientes. É um novo processo. O cliente precisa aprovar, tanto em questões técnicas quanto em salário. Sim, a consultoria vai te apresentar e pedir um valor por você. É assim que ela lucra.

É possivel você passar pelos conhecimentos técnicos, mas seu valor ficar fora do orçamento do cliente.

Essa fase é a mais complicada, pois pode demorar para você ser aceito por um cliente. Geralmente os novatos ficam preocupados, pois recebem normalmente o salario, sem estar trabalhando.

As entrevistas se tornam cansativas com o decorrer do tempo.

Em algumas situações, essa fase de entrevistas com o cliente pode ser feita desde o Brasil. Porém algumas empresas não gostam de investir nisso enquanto o profissional ainda não está em Portugal.

Ser contratado pelo cliente final é um processo semelhante a este, mas você fará todas as entrevistas, testes, etc, já no Brasil.

Pode levar um bom tempo até você conseguir um projeto. Em algunsa casos, meses. As empresas que conheci suportam até seis meses com uma pessoa sem projeto e depois rescindem o contrato.

O que fazer se rescindirem seu contrato

Você não deve esperar até seis meses. Se vir que estão demorando para colocar em projeto, procure já uma nova empresa.

Se você for demitido, e já em Portugal, uma consultoria só vai te contratar após você ter sido aprovado pelo cliente. Isso pode demorar. Portanto é importante ter economizado para se sustentar.

O processo será o mesmo, mas a diferença é que você só vai receber quando contratado.

Como são as entrevistas para se conseguir um emprego em Portugal

São cansativas. Geralmente as empresas apresentam-se e falam do projeto.

Essa parte é feita com alguem de RH, na maior parte do tempo. Depois alguem faz um festival de perguntas técnicas (geralmente as mesmas). Pode ter uma parte em outro idioma, geralmente o inglês.

Passado pelas perguntas técnicas, muitas vezes há entrevista ainda com o lider ou alguem da equipe, onde aprofunda as questões.

Se você esqueceu ou sabe pouco de teoria, vai se dar mal. Mas com o tempo, aprende o que estudar e relembrar.

Há algumas variações, incluindo:

  • Prova por escrito (em inglês)
  • Testes online
  • Desafios (um pequeno projeto a ser desenvolvido e depois defendido)
  • Hackaton

PJ ou Carteira assinada

Nenhuma dessas opções existe em Portugal, mas sim opções semelhantes.

Quem trabalha pelo chamado Recibo Verde, é equivalente ao PJ e quem trabalha por Contrato de Trabalho é o equivalente a Carteira Assinada.

Aquilo que você conhece de vantagens e desvantagens de cada modalidade no Brasil, de certa forma se aplicam a Portugal.

Mas é preciso atenção que o visto vai indicar qual das duas modalidades você está sendo autorizado a exercer. Porém, é possivel trocar depois. Mas, como muitas coisas em Portugal, pode ser burocrático.

Se você for Recibo Verde, deve prestar muita atenção as declarações e recolhimentos que precisa fazer. Além disso, apos 1 ano, algumas isenções são retiradas e seu salário pode diminuir.

Pegadinhas na Proposta Financeira

Portugal tem 14 salários por ano. Um de férias e um de Natal. São pagos geralmente no meio e no final do ano.

Mas podem ser diluidos mensalmente.

A pegadinha é apresentar esse valor diluido mensalmente, como se você estivesse recebendo a mais (mas, seria como se fosse teu 13º salário e férias embutido em cada salário mensal).

Outra artimanha é apresentar os valores para Recibo Verde. Algumas empresas tentam pagar seu salário nos primeiros meses como Recibo Verde, alegando questões de documentação. Tem vantagens para elas por não ter vínculo com você logo no início. A diferença é tentadora, e pode ser útil no início de uma nova vida. Mas lembre-se que há desvantagens. E que você tem que recolher impostos, dependendo de como for o contrato.

Lisboa ou Porto (ou Braga, Coimbra etc)

Lisboa e Porto são as maiores cidades de Portugal. Quanto maior a cidade, mais oportunidades. E maior o custo de vida.

Morei 1 ano em Lisboa e estou ha pouco mais de um mês no Porto. Pessoalmente prefiro o Porto. É uma cidade menor que Lisboa, com menor custo de vida, boas oportunidades.

O seu maior custo será o aluguel (aqui chamado de arrendamento). O restante não há grandes diferenças ou as diferenças que existem não são tão impactantes.

Precisa ser formado?

Não. Eu não sou formado, mas tenho 30 anos de experiência em TI. A experiência é importante. Lembre-se que depois que a consultoria te trouxer, o cliente tem que te aceitar. Isso é importante, pois vir para Portugal trabalhar em TI é relativamente fácil, mas iniciar um projeto num cliente é bem mais difícil.

Precisa Inglês?

Precisa. Muito. O português fala muito bem inglês. Muitas empresas europeias colocam a TI em Portugal, por ser mais barato. Você vai ter que interagir com outra parte da equipe, geralmente na Alemanha, França ou Inglaterra.

Nem todo projeto exige fluência. As vezes é necessário apenas conseguir se comunicar.

Talvez você pensa que fala bem em inglês, mas tem que levar em conta os diferentes sotaques. Nem sempre é facil compreender.

Sou casado(a). Trago a família?

Não recomendo no início. Alugar uma casa é difícil. Você ainda não sabe para que projeto vai. Depende de cada caso, mas o meu conselho é vir primeiro quem vai trabalhar. Principalmente se tiver filhos.

Preciso ter Linkedin?

Sim, e ter um bom perfil. Facilita se ele for em inglês. CV é obrigatorio ter em inglês. Descubra as empresas que você quer trabalhar e adicione os recrutadores dela. São pessoas que são pagas para contratar gente. Junta a fome com a vontade de comer.

Mas se não quiser ter esse trabalho, entra em contato comigo no Linkedin, https://www.linkedin.com/in/andreuhlrich/, manda teu CV que eu te recomendo.

Portugal Vale a Pena?

Cada história é uma história. Para mim está valendo a pena.

Como diz o poeta:

Tudo vale a pena quando a alma não é pequena

To be continued… No futuro vou adicionar mais informações.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store